2013

Aprendemos que, por pior que seja um problema ou situação, sempre existe uma saída. E que é bobagem fugir das dificuldades. Mais cedo ou mais tarde, será preciso tirar as pedras do caminho para conseguir avançar.

Aprendemos que, heróis não são aqueles que realizam obras notáveis. Mas os que fizeram o que foi necessário para essa realização.

Aprendemos que, ao invés de ficar esperando alguém nos trazer flores, é melhor plantar um jardim.

Aprendemos que cabe a nós a tarefa de apostar nos nossos talentos e realizar os nossos sonhos.

Aprendemos que, o que faz diferença não é o que temos na vida, mas QUEM... nós temos.

Aprendemos que o tempo é precioso e não volta atrás. Mas mesmo assim, vale a pena resgatar o passado e viver as emoções do presente.


O nosso futuro ainda está por vir. Então devemos descruzar os braços e vencer o medo de partir em busca dos nossos sonhos


“Confie em você e no seu potencial, tire as suas idéias da gaveta e coloque-as em pratica!”


PROFª ROGÉRIA TELES


sexta-feira, 28 de outubro de 2011

28 DE OUTUBRO: DIA DO FUNCIONÁRIO PÚBLICO

O atendimento nos serviços públicos

é um direito da população.




      No dia 28 de outubro comemora-se o dia do funcionário público. A data foi instituída no governo do presidente Getúlio Vargas, através da criação do Conselho Federal do Serviço Público Civil, em 1937.

      Em 1938 foi fundado o Departamento Administrativo do Serviço Público do Brasil, onde esse tipo de serviço passou a ser mais utilizado.

     As leis que regem os direitos e deveres dos funcionários que prestam serviços públicos estão no decreto n° 1.713, de 28 de outubro de 1939, motivo pelo qual é o dia da comemoração desse profissional.

    Em 11 de dezembro de 1990 foi publicado o novo Estatuto dos Servidores Públicos Civis da União, das autarquias e das fundações públicas federais, a Lei n°8112, alterando várias disposições da antiga lei, porém os direitos e deveres desses servidores estão definidos e estabelecidos na Constituição Federal do Brasil, além dos estatutos das entidades em que trabalham.

     Os serviços públicos estão divididos em classes hierárquicas, de acordo com os órgãos dos governos, que podem ser municipais, estaduais ou federais. Os serviços prestados podem ser de várias áreas de atuação, como da justiça, saúde, segurança, etc.

     Para ser servidor público é preciso participar de concursos e ser aprovado no mesmo, garantindo assim a vaga enquanto profissional. O bom desse tipo de trabalho é que o servidor tem estabilidade, não pode ser dispensado de suas funções. Somente em casos extremos, em que se comprove a falta de idoneidade de um funcionário público, é que o mesmo é afastado de seu cargo.

   Os salários dos funcionários públicos são pagos pelos cofres públicos, dependendo da localidade. Se for municipal, são pagos pelas prefeituras: se estadual, pelos governos estaduais; e se federal, pagos pelos cofres da União.

    Os servidores públicos devem ser prestativos e educados, pois trabalham para atender a população civil de uma localidade. É comum vermos pessoas reclamarem dos serviços públicos, da falta de recursos dos mesmos, falta de profissionais para prestar os devidos atendimentos ou até mesmo por estes serem mal educados e ríspidos com a população. É bom enfatizar que esses profissionais lidam com o que é público, ou seja, aquilo que é de todas as pessoas. Portanto, ganham para prestar serviços a toda comunidade.

Texto: Jussara de Barros

Equipe Brasil Escola



“Confira equilíbrio, harmonia e dinamismo ao seu trabalho. Trabalhe tanto com as mãos quanto com a cabeça, tanto com a imaginação quanto com a razão, tanto sozinho quanto em grupo.”


Autor: Daniel Grippo



Parabéns a todos os funcionários públicos!


Profª Rogéria Teles

2 comentários:

RS disse...

Concordo com o Texto, e lembro a todos os civis que esses devem também respeitar os Funcionários de Serviços Públicos, que muitas vezes levam a culpa pelo simples fato de estarem cumprindo ordens.

Edson Coutinho - 1972 -73 disse...

Cordias Saudções.
Meu nome é Edson Coutinho, fui aluno dessa renomada instituição nos anos de 1972 (1o. ano),1973 (2o. ano) pela manhã e um período do ano de 1974 (3o. ano)à noite.
Gostaria de obter informações de alguns colegas: Angela (Hotel Municipal);Jorgão (que trabalhava em uma rádio local); Nélio (Palmerense doente); Richter; Lindmann (vila militar); Clara.