2013

Aprendemos que, por pior que seja um problema ou situação, sempre existe uma saída. E que é bobagem fugir das dificuldades. Mais cedo ou mais tarde, será preciso tirar as pedras do caminho para conseguir avançar.

Aprendemos que, heróis não são aqueles que realizam obras notáveis. Mas os que fizeram o que foi necessário para essa realização.

Aprendemos que, ao invés de ficar esperando alguém nos trazer flores, é melhor plantar um jardim.

Aprendemos que cabe a nós a tarefa de apostar nos nossos talentos e realizar os nossos sonhos.

Aprendemos que, o que faz diferença não é o que temos na vida, mas QUEM... nós temos.

Aprendemos que o tempo é precioso e não volta atrás. Mas mesmo assim, vale a pena resgatar o passado e viver as emoções do presente.


O nosso futuro ainda está por vir. Então devemos descruzar os braços e vencer o medo de partir em busca dos nossos sonhos


“Confie em você e no seu potencial, tire as suas idéias da gaveta e coloque-as em pratica!”


PROFª ROGÉRIA TELES


quarta-feira, 28 de março de 2012

SHOW COM AS MÃOS!

"Conectar computadores é um trabalho.
 Conectar pessoas é uma arte."



Muito interessante esse vídeo sugerido
 pela   Profª  Giseli Xavier que leciona Arte
 no Ensino Fundamental e Médio  E E Pirassununga.
video

 Profª Rogéria Teles

quinta-feira, 1 de março de 2012

Parabéns Marisa!

         É possível fazer uma comparação entre o trabalho
de um maestro e o de um diretor de escola.
        Ambos são líderes e regem uma equipe.
      Nos últimos anos, a Profª Marisa Ruth Cassiano Dias esteve à frente da direção da E E Pirassununga desenvolvendo um trabalho em conjunto com toda a comunidade escolar.

       Como toda dedicação merece uma recompensa a diretora recebeu a sua aposentadoria!
     Então Marisa...
 Que seja bela essa fase de sua vida!


Que tenha sorrisos, suspiros e abraços.
Sinta pelo menos uma gota de alegria
,
Desfrute do caminho
, conte os seus passos.
Olhe o céu, as nuvens brancas
Sinta o vento soprando o rosto
Renove as velhas esperanças
Prove novos sabores, um novo gosto.
Distraia-se, não faça nada
Pelo menos, um minuto esqueça
Das vozes, dos sons, das estradas...
Se doe, de alma e coração
Olhe nos olhos, deixe fluir a emoção
Vivemos de bons momentos,
Fantasias, visões e planos.
Mas de nada vale, se não temos um bom dia
Pois a vida é a soma de cada um



E na soma dos dias, o saldo positivo é o que tem de ficar.

Que você tenha ótimos dias
 e sua aposentadoria seja a melhor fase de sua vida,
 afinal você trabalhou muito para isso!!

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

IEP: VISITA DO GOVERNADOR

A centenária e tradicional escola pirassununguense caminha para ter toda sua infraestrutura reformada. 
Tombada pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico (CONDEPHAAT), há mais de 30 anos, a obra está sendo realizada, conforme Memorial de Restauro, sob a responsabilidade da  empresa Consanc Engenharia e Construções Ltda.
No dia 15 de fevereiro do corrente ano, o governador do estado de São Paulo, Sr Geraldo Alckmin, esteve na  EE Pirassununga para visitar a reforma realizada com  verbas estaduais.


      Foi recebido pela equipe gestora, professores e funcionários da escola e da Diretoria de Ensino.


     Como a escola passa pela reforma sem remanejar seus alunos, o governador  entrou em algumas salas de aula para cumprimentá-los juntamente com os professores.


       Após percorrer toda a escola, seguiu sua visita e foi muito  cumprimentado por moradores da cidade simpatia.

Pelo cronograma apresentado, a obra iniciada em 08 de setembro de 2011, tem previsão de término de 360 dias, no entanto, início do mês de setembro do corrente ano.   
Oficina Pedagógica em Rede

sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

EDUCAÇÃO EM NOTÍCIA

                 MEC propõe reformulação no Enem
         Ideia central é unificar os processos seletivos em todas as universidades públicas federais

Ministério da Educação apela à universidade para
 repensar a relação do ensino médio com o superior
(Foto: Margarida Neide / Folhapress)

 
São Paulo – O Ministério da Educação propôs nesta quinta-feira (5) uma reestruturação no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) prevendo a unificação nos processos seletivos das universidades públicas federais. Além do método de aplicação dos testes, a própria estrutura da prova e a forma como ela será utilizada pelas universidades foi colocado em pauta para debate pelo MEC. A finalidade é democratizar as oportunidades de acesso ao ensino superior, além de estabelecer uma relação mais próxima entre o ensino médio e o superior.
Segundo o MEC, ainda que o vestibular tradicional cumpra o papel de selecionar os melhores candidatos para cada um dos cursos, dentre os inscritos, traz inconvenientes como a descentralização dos processos seletivos, que, por um lado, limita o pleito e favorece candidatos com maior poder aquisitivo, capazes de diversificar suas opções na disputa por uma das vagas oferecidas. Por outro lado, restringe a capacidade de recrutamento pelos Institutos Federais de Ensino Superior (Ifes), desfavorecendo aquelas localizadas em centros menores.
Para o ministério, a alternativa à descentralização dos processos seria a unificação da seleção às vagas dos Ifes por meio de uma única prova. "A racionalização da disputa por essas vagas, de forma a democratizar a participação nos processos de seleção para vagas em diferentes regiões do país, é uma responsabilidade social tanto do Ministério da Educação quanto das instituições de ensino superior, em especial os Ifes. Da mesma forma, a influência dos vestibulares tradicionais nos conteúdos ministrados no ensino médio também deve ser objeto de reflexão", diz a proposta.
"Exames descentralizados favorecem estudantes com mais condições de se deslocar pelo país, a fim de diversificar as oportunidades de acesso às vagas em instituições federais nas diferentes regiões. A centralização do processo seletivo nos Ifes pode torná-lo mais isonômico em relação ao mérito dos participantes", segue o texto.
De acordo com o MEC, o novo exame seria composto por quatro testes, um por cada área de conhecimento: Linguagens, Códigos e suas Tecnologias (incluindo redação); Ciências Humanas e suas Tecnologias; Ciências da Natureza e suas Tecnologias; e Matemática e suas Tecnologias. A nova estrutura aproximaria o exame das Diretrizes Curriculares Nacionais e dos currículos praticados nas escolas, segundo o Ministério.
No documento divulgado com a proposta, o MEC questiona a falta de integração entre os níveis de ensino. O ministério faz um chamamento aos Ifes para que “repensem o ensino médio, discutindo a relação entre conteúdos exigidos para ingresso na educação superior e habilidades que seriam fundamentais, tanto para o desempenho acadêmico futuro, quanto para a formação humana”.
O MEC ainda afirma que as universidades possuem autonomia para aplicar o exame unificado em qualquer uma das quatro categorias: Como fase única, com o sistema de seleção unificada, informatizado e on-line; como primeira fase; combinado com o vestibular da instituição; ou como fase única para as vagas remanescentes do vestibular.
Cada um dos quatro testes seria composto por 50 questões, totalizando 200. A avaliação seria dividida em dois dias.
Ainda de acordo com a proposta, essa é uma oportunidade “não apenas de agregar funcionalidade a um exame que já se consolidou no país, mas a oportunidade histórica para exercer um protagonismo  na busca pela re-significação do ensino médio”.
FONTE: http://www.redebrasilatual.com.br
Com informações do MEC

Profª Rogéria Teles

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

RECORDAR É PRECISO...

Como diz Mario de Andrade " Eu tenho muito mais passado do que futuro"
                Pelo ex-aluno Helder Humberto



Lembranças também dos momentos difíceis...


Incêndio de 1981


Comemorações do Centenário 2011















Mesmo que as pessoas mudem e suas vidas se reorganizem, os amigos devem ser amigos para sempre, mesmo que não tenham nada em comum, somente compartilhar as mesmas recordações, pois boas lembranças são marcantes, e o que é
marcante nunca se esquece!
Uma grande amizade mesmo com o passar do tempo é cultivada assim!

Postagem Profª Rogéria Teles


sábado, 19 de novembro de 2011

BANDEIRA DO BRASIL

Dia da Bandeira,  19 de novembro  
        História
A bandeira do Brasil foi instituída a 19 de novembro de 1889, ou seja, 4 dias depois da Proclamação da República. É o resultado de uma adaptação na tradicional Bandeira do Império Brasileiro. Neste contexto, em vez do escudo Imperial português dentro do losango amarelo, foi adicionado o círculo azul com estrelas na cor branca.
       Normas
Existem normas específicas nas dimensões e proporções do desenho da Bandeira Brasileira. Ela tem o formato retangular, com um losango amarelo em fundo verde, sendo que no centro a esfera azul celeste, atravessada pela faixa branca com as palavras Ordem e Progresso em letras maiúsculas verdes. Essa faixa é oblíqua, inclinada da esquerda para direita. No círculo azul estão 27 estrelas, que retratam o céu do Rio de Janeiro, incluindo várias constelações, como, por exemplo, o Cruzeiro do Sul. As estrelas representam simbolicamente os 26 Estados e o Distrito Federal. A única estrela que fica na parte superior do círculo representa o estado do Pará.

A Bandeira Nacional é hasteada de manhã e recolhida na parte da tarde. Ela não pode ficar exposta à noite, a não ser que esteja bem iluminada. É obrigatório o seu hasteamento em órgãos públicos (escolas, ministérios, secretarias de governo, repartições públicas) em dias de festa ou de luto nacional. Nos edifícios do governo, ela é hasteada todos os dias. Também é exposta em situações em que o Brasil é representado diante de outros países como, por exemplo, em congressos internacionais e encontros de governos.

    Curiosidade:
As quatro cores da Bandeira Nacional representam simbolicamente as famílias reais de que descende D.Pedro I, idealizador da Bandeira do Império. Com o passar do tempo esta informação foi sendo substituída por uma adaptação feita pelo povo brasileiro. Dentro deste contexto, o verde passou a representar as matas, o amarelo as riquezas do Brasil, o azul o seu céu e o branco a paz que deve reinar no Brasil.

A versão atual da Bandeira Nacional Brasileira com 27 estrelas entrou em vigor em 11 de maio de 1992, com a inclusão de mais quatro estrelas (antes eram 23 estrelas) representando os estados do Amapá, Tocantins, Roraima e Rondônia.

 

 

FONTE: http://www.suapesquisa.com



Hino à Bandeira do Brasil

Legendado e colocado a disposição para download no

 Portal Dia-a-dia Educação: http://www.diaadia.pr.gov.br/hinos

video

Assista também:
 Escola de Cadetes celebra o Dia da Bandeira com cerimônia:   https://www.facebook.com/#!/video/video.php?v=167683143328473&notif_t=video_processed
Postagem Profª Rogéria Teles

domingo, 6 de novembro de 2011

"SWEET MEMORIES" 6 - Ex-aluno Vladimir W. da Silva, em 1970

Lembrança do Prof. Vladimir W. Da Silva
que concluiu o Curso Normal no ano de 1970



      "O tempo une e separa as pessoas, mas, nenhuma
força é tão grande para fazer esquecer aquelas que,  por algum motivo, um dia nos fizeram felizes"



       Aos queridos mestres,
    A nossa gratidão, pela maneira como nos conduziram em nossa formação.


     Aos amigos...


     Programações e Sessão Solene...

     Juramento...


“Agora que possuis sabedoria tal,
 que te qualifica professor:
Corre, leva aos outros um pouco de luz”.

Colaboração: Paulo Henrique Tückmantel Dias

Profª Rogéria Teles
                                              

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

HINO DO CENTENÁRIO (vídeo)

Recordando a postagem:
“Grande prova de que as pessoas não se encontram por acaso é que, há quase 40 anos “Regendo o Coral dos Anjos”, tão querido “Mestre Walmor”  
não está  apenas na memória e coração dos ex-alunos e do seu companheiro Sebas,


que nos presenteou com a letra do  Hino do  Centenário com palavras perfeitas para as métricas do Hino do Cinquentenário escrito pelo  o saudoso Walmor Urban que ainda  se faz presente com sua música que após ganhar um novo arranjo pelo Maestro Umberto Urban,


nos foi apresentado nas comemorações do Centenário.

Nesse dia, tomada por grande emoção não foi possível registrar a interpretação do Coral da AABB de São Paulo.
Mais uma vez, recorri ao Maestro que logo enviou o arquivo com o “Hino do Centenário”  e aqui compartilho com todos.


video

Legendas hino:
Suzana B. de Miranda

Edição de vídeo:
Marcos Teles

Postagem:
Profª Rogéria Teles

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

28 DE OUTUBRO: DIA DO FUNCIONÁRIO PÚBLICO

O atendimento nos serviços públicos

é um direito da população.




      No dia 28 de outubro comemora-se o dia do funcionário público. A data foi instituída no governo do presidente Getúlio Vargas, através da criação do Conselho Federal do Serviço Público Civil, em 1937.

      Em 1938 foi fundado o Departamento Administrativo do Serviço Público do Brasil, onde esse tipo de serviço passou a ser mais utilizado.

     As leis que regem os direitos e deveres dos funcionários que prestam serviços públicos estão no decreto n° 1.713, de 28 de outubro de 1939, motivo pelo qual é o dia da comemoração desse profissional.

    Em 11 de dezembro de 1990 foi publicado o novo Estatuto dos Servidores Públicos Civis da União, das autarquias e das fundações públicas federais, a Lei n°8112, alterando várias disposições da antiga lei, porém os direitos e deveres desses servidores estão definidos e estabelecidos na Constituição Federal do Brasil, além dos estatutos das entidades em que trabalham.

     Os serviços públicos estão divididos em classes hierárquicas, de acordo com os órgãos dos governos, que podem ser municipais, estaduais ou federais. Os serviços prestados podem ser de várias áreas de atuação, como da justiça, saúde, segurança, etc.

     Para ser servidor público é preciso participar de concursos e ser aprovado no mesmo, garantindo assim a vaga enquanto profissional. O bom desse tipo de trabalho é que o servidor tem estabilidade, não pode ser dispensado de suas funções. Somente em casos extremos, em que se comprove a falta de idoneidade de um funcionário público, é que o mesmo é afastado de seu cargo.

   Os salários dos funcionários públicos são pagos pelos cofres públicos, dependendo da localidade. Se for municipal, são pagos pelas prefeituras: se estadual, pelos governos estaduais; e se federal, pagos pelos cofres da União.

    Os servidores públicos devem ser prestativos e educados, pois trabalham para atender a população civil de uma localidade. É comum vermos pessoas reclamarem dos serviços públicos, da falta de recursos dos mesmos, falta de profissionais para prestar os devidos atendimentos ou até mesmo por estes serem mal educados e ríspidos com a população. É bom enfatizar que esses profissionais lidam com o que é público, ou seja, aquilo que é de todas as pessoas. Portanto, ganham para prestar serviços a toda comunidade.

Texto: Jussara de Barros

Equipe Brasil Escola



“Confira equilíbrio, harmonia e dinamismo ao seu trabalho. Trabalhe tanto com as mãos quanto com a cabeça, tanto com a imaginação quanto com a razão, tanto sozinho quanto em grupo.”


Autor: Daniel Grippo



Parabéns a todos os funcionários públicos!


Profª Rogéria Teles