2013

Aprendemos que, por pior que seja um problema ou situação, sempre existe uma saída. E que é bobagem fugir das dificuldades. Mais cedo ou mais tarde, será preciso tirar as pedras do caminho para conseguir avançar.

Aprendemos que, heróis não são aqueles que realizam obras notáveis. Mas os que fizeram o que foi necessário para essa realização.

Aprendemos que, ao invés de ficar esperando alguém nos trazer flores, é melhor plantar um jardim.

Aprendemos que cabe a nós a tarefa de apostar nos nossos talentos e realizar os nossos sonhos.

Aprendemos que, o que faz diferença não é o que temos na vida, mas QUEM... nós temos.

Aprendemos que o tempo é precioso e não volta atrás. Mas mesmo assim, vale a pena resgatar o passado e viver as emoções do presente.


O nosso futuro ainda está por vir. Então devemos descruzar os braços e vencer o medo de partir em busca dos nossos sonhos


“Confie em você e no seu potencial, tire as suas idéias da gaveta e coloque-as em pratica!”


PROFª ROGÉRIA TELES


sexta-feira, 26 de agosto de 2011

PROFª CYNIRA, IRMÃ CECÍLIA

Profª Cynira Novaes Braga,


Por vocação Irmã Cecília 
  

Nascida em Cruzeiro, no ano de 1924, Cynira Novaes Braga, tinha desde a adolescência a certeza de que a música faria parte de sua vida.

Quando jovem, apresentava-se na Rádio Mantiqueira de Cruzeiro, onde cantava músicas de cantores de sucesso da época, como o ídolo Carlos Galhardo.

Em Pirassununga, já atuando como professora dirigiu o Orfeão do IEP no final da década de 40 e início da década de 50, realizando memorável apresentação no Teatro Municipal de São Paulo em 29 de outubro de 1950.



Depois de viver fora, Cynira retornou ao Vale, vindo ocupar uma cadeira de Canto Orfeônico no Colégio João Gomes de Araújo, de Pindamonhangaba.

Enquanto professora, era assaltada por dúvidas quanto à sua vocação. Em 1964, resolveu se tornar freira e entrou para a Congregação das Irmãs Franciscanas da Terceira Ordem Seráfica. Foi lhe dado o nome de Maria Cecília, invocando 'Santa Cecília', a padroeira da música.

Com o lema "Louvar a Deus através da Arte" em 1973, fundou a primeira faculdade de música da região, a 'Faculdade Santa Cecília', mantida pela Sociedade Educadora e Instrutora de Pindamonhangaba SEIP, originou-se da necessidade de se criar uma Instituição de Ensino Superior no campo das Artes.


Considerações de Cynira Novaes Braga, a Irmã Cecília
ao ser homenageada pela Ordem dos Músicos do Brasil


São mais de oito décadas dedicadas à música. Com seu jeitinho doce e encantador, a Irmã Cecília diz que a homenagem da Ordem dos Músicos do Brasil foi uma surpresa e garante que sentiu uma grande alegria, até porque o delegado da OMB é um ex-aluno da Fasc.

"Com este encontro também tive a alegria de encontrar um ex-aluno que ocupa um grande cargo. Recebi o troféu Santa Cecília, que é a padroeira da música e, no momento da homenagem, voltei no tempo, e recordar é viver."

 Aos 87 anos a  realização de um antigo sonho



Voltar ao IEP, buscar nas lembranças alegrias ali vividas e desfrutar de novas emoções, reencontrando  as ex-alunas




E com motivos para grandes comemorações e muita alegria por mais essa conquista, Irmã Cecília, acompanhada da Sra. Teresinha, sua irmã consangüínea,  visitou a E E Pirassununga, no dia 19 de agosto, ocasião onde nos deixou tão emocionadas palavras: ( vídeo com a fala da Irmã Cecília )

video


“Foi uma grande alegria, foi um presente de Jesus para mim poder chegar nessa escola que eu tanto amei e posso dizer que é o meu sonho essa escola de Pirassununga.


Lecionei 2 anos aqui e somente sai para poder satisfazer os meus pais, que queriam a minha presença na nossa região no Vale do Paraíba, mas, para mim Pirassununga não sai da mente, eu posso lembrar sempre com muita saudade, muita saudades dos meus colegas, da disciplina dessa escola, uma coisa eu falava sempre com um certo orgulho, mas um orgulho santo né, de ser professora em Pirassununga”.


Carinho e admiração sem fim!





  
      Agradeço em nome da Equipe E E Pirassununga essa visita tão especial e a emocionante   recepção  das ex-alunas  Cecília Lima, Célia Ferraz,   Dorinha Lébeis e Odette Wegmuller,  pela sensibilidade de se reportarem ao tempo em que foram alunas de Canto Orfeônico da Profª Cynira N. Braga.

Profª Rogéria Teles


FONTE:
O VALE - Douglas Salgado
Fasc - Faculdade Santa Cecília
Tribuna do Norte – Por Marcos Cuba

COLETA DE DADOS:
Visita da ex-professora Cynira
em 19/08/11, na E E Pirassununga

Suzana B. de Miranda
Profª Rogéria Teles






Nenhum comentário: