2013

Aprendemos que, por pior que seja um problema ou situação, sempre existe uma saída. E que é bobagem fugir das dificuldades. Mais cedo ou mais tarde, será preciso tirar as pedras do caminho para conseguir avançar.

Aprendemos que, heróis não são aqueles que realizam obras notáveis. Mas os que fizeram o que foi necessário para essa realização.

Aprendemos que, ao invés de ficar esperando alguém nos trazer flores, é melhor plantar um jardim.

Aprendemos que cabe a nós a tarefa de apostar nos nossos talentos e realizar os nossos sonhos.

Aprendemos que, o que faz diferença não é o que temos na vida, mas QUEM... nós temos.

Aprendemos que o tempo é precioso e não volta atrás. Mas mesmo assim, vale a pena resgatar o passado e viver as emoções do presente.


O nosso futuro ainda está por vir. Então devemos descruzar os braços e vencer o medo de partir em busca dos nossos sonhos


“Confie em você e no seu potencial, tire as suas idéias da gaveta e coloque-as em pratica!”


PROFª ROGÉRIA TELES


sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Saudoso Professor Walmor Urban

"Todos nós temos nossas máquinas de tempo.

Algumas nos levam de volta...
 
essas são chamadas recordações".






4 comentários:

Rogéria Fernanda disse...

A música é um dos caminhos que conduzem à sabedoria...

Sinto uma enorme emoção cada vez que ouço os arquivos recebidos de ex-alunos do Prof Walmor.

Adoraria ter participado do "Orfeão"

Dedé disse...

Retirei a postagem acima porque não estava de acordo com o que gostaria que ficasse registrado.
Tenho a dizer que o prof. Walmor modificou minha vida através da música e do canto coral. Humilde e sincero conduzia seus alunos com sabedoria deixando a todos a sensação de vitória após cada apresentação do orfeon. Carreguei comigo durante todos os anos em que estive lecionando esses ensinamentos colocando-os em prática . Sempre obtive sucesso com minhas turmas e ainda hoje, encontro ex-alunas que estão dando aula e vêm me dizer que ensinam o que aprenderam comigo e... eu aprendi com o prof. Walmor Urban
obrigada

Anônimo disse...

Fui aluno do Prof Valmor, acho que 1969 na Escola Estadual Prof. Anibal de Freitas em Campinas e nunca me esqueço dele, muito carismático, bonzinho e rigoroso ao mesmo tempo, um exemplo a ser seguido que sempre conto aos meu amigos. Quero dizer a todos uma lembrança que gosto de reviver, as vezes quando me vejo estou eu lá ouvindo: Bom dia pessoalllllll.........Bom dia Seu Valmor, or, or

Renato

Antonio Aquino disse...

Fui aluno do prof. Valmir no colégio Aníbal de Freitas em Campinas. Aprendi muito.